Técnica e Material

Antibott caseiros para os crampons

antizueco_91

Uns antibott (antizuecos em espanhol) são um elemento fundamental. Estas lâminas, de plástico ou borracha, evitam a acumulação de neve nos crampons. Esta acumulação é responsável pela perda da eficácia deste equipamento e compromete gravemente a segurança na progressão alpina. É frequente não se conseguir encontrar uns antibott para o nosso modelo de crampons e os “universais” nem sempre encaixam. Este artigo mostra como construir estas lâminas em casa e por um preço irrisório (o que não acontece com os das marcas oficiais). […]

continuar a ler

Ascensões

Ascensão a Peña Orniz (desde La Cueta)

orniz 3

Peña Orniz é o segundo pico de maior altitude, depois do Cornón, no Parque Natural de Somiedo, nas Astúrias. É um cume fantástico e simultaneamente bastante acessível. É uma varanda privilegiada para as Ubiñas, a Este, e para El Cornón, a Oeste. A panorâmica sobre a alta montanha asturiana e leonesa dos Cantábricos, especialmente sobre o belíssimo Valle de Lago, fazem desta montanha um objectivo muito cobiçado. Os próprios itinerários, quer o aqui descrito, quer pela sua via asturiana, são em si mesmos espectaculares, sobretudo com neve. A sua vertente […]

continuar a ler

As botas

Como vestir-se em montanha: as botas

botas de montanha

 

As botas são um dos elementos da indumentária do montanheiro que deve merecer maior atenção. Podemos vestir ou despir casacos e forros polares, t-shirts, meias e gorros se necessitarmos mas as botas estão “lá” do princípio ao fim da nossa actividade. Escolher umas com cuidado e atenção pode ser a diferença entre arranjar “umas companheiras inseparáveis” ou um instrumento de tortura. […]

continuar a ler

Sorrosal

Via Ferrata del Sorrosal: Entre o medo e o arrojado?

via_ferrata_sorrosal

Em 2012 tive oportunidade de fazer uma férias como nunca tinha feito.Sendo amante de caminhadas, surgiu a hipótese de fazer um trek num dos locais mais bonitos da Europa: Os Pirinéus Aragoneses.

Considerei este trek como uma evolução natural da caminhada e foi com esse sentimento que pus as solas no caminho.Quem já fez a passagem da Brecha de Rolando sabe que este trek não é difícil, mas tem umas passagens que exigem algum cuidado, como é o caso das correntes antes da Brecha.

 

Com bastante cuidado e […]

continuar a ler

Técnica e Material

Como vestir-se em montanha: teoria da cebola

th_cebola_roxa

O corpo humano demonstra uma capacidade de adaptação notável… mas não é ilimitada. Os factores ambientais, especialmente os relativos ao clima, são determinantes no funcionamento do nosso organismo. A temperatura, a humidade e a altitude condicionam de forma decisiva a realização das actividades ao ar livre em geral e da montanha em particular. Os factores externos conjugam-se com varáveis internas (grau de transpiração ou o nível de intensidade física) e afectam de forma decisiva o nosso rendimento, comodidade e segurança na montanha.

Preparados para tudo…

Proteger o nosso corpo […]

continuar a ler

Técnica e Material

Progressão em vias ferrata

ferrata_asseguramento

Já que estamos numa de ferratas, pareceu-me importante escrever um artigo sobre

o modo como se efectua a progressão em segurança numa via ferrata. Comecemos pelas definições. Uma via ferrata (do italiano, caminho de ferro) é um itinerário preparado, normalmente nas paredes rochosas das montanhas, com escadas, pontes, cavilhas, agrafos, …, de forma a facilitar a progressão e proporcionar alguma segurança a quem os percorre. Apesar de algumas fontes situarem a sua origem na Itália, no maciço dos Dolomites no final do século dezanove, outras advogam o seu começo […]

continuar a ler

MountainWorld

Tipologia e contextualização das actividades de montanha

trekking somiedo

Montanhismo, alpinismo, trekking, escalada, pedestrianismo… mas afinal do que é que estamos a falar? O mundo experimentou na década de 80 uma grande evolução, quer ao nível das técnicas, quer ao nível dos materiais de montanha. A este facto junta-se uma “democratização” nos acessos aos grandes maciços, com melhores vias de comunicação e meios de transporte e um incremento da consciência ambiental. Estes factores e uma necessidade crescente de evadir-ser de um estilo de vida

“carente de alguma adrenalina”, proporcionaram o aparecimento de diversas actividades físicas na montanha. Há […]

continuar a ler

Ascensões

Pico Tiatordos

th_tiatordos5

Situação: Espanha, Asturias, Parque Natural de Redes, Concelho de Caso Como chegar: Desde Oviedo pela AS-7, Aviles- Puerto de Tarna, Ponticiella, Pendones

Desnível: 1150 m –Altitude mínima: 801 m – Altitude máxima: 1951 m

Dificuldade UIAA: SD/F – Tempo estimado: 6 a 7 horas – Mapa: folha 79 IGN-SGE

Itinerário: Pendones-Palombar-Tiatordos – Distância: 5,5 km

Nota: horário meramente indicativo para uma ascensão estival com condições meteorológicas favoráveis.

Fotografias: Artur Coelho e Miguel Rodrigues

O Tiatordos – vertente sul, a mais amena

Opinião:

O Tiatordos, apesar da sua modesta altitude, […]

continuar a ler

MountainWorld

Bem-vindos e boas aventuras

th_logo_1

Subir, descer, atravessar montanhas implicam a realização de actos transcendentes que deixam marcas indeléveis no espírito. As montanhas são, com licença do mar, o maior expoente da natureza. Constituem ainda os últimos redutos de vida selvagem e configuram o elemento de que são feitas as verdadeiras aventuras. O desconhecido, os bosques, o gelo, a água, a rocha, a solidão, o frio, …, e a necessidade quase genética que o ser humano tem de explorar o mundo e de se conhecer a si próprio nessa viagem…

[…]

continuar a ler