Lanhoso

Via ferrata na Póvoa de Lanhoso

via ferrata lanhoso portugal

Este verão, junto com um amigo de inúmeras saídas, fui fazer a via ferrata que sobe até ao Castelo da Póvoa de Lanhoso. Esta via, segundo parece, decorre sobre o maior monólito de granito da Península Ibérica, o monte do Pilar. Não há melhor sítio para construir um castelo e o de Lanhoso lá está.

Via ferrata do castelo

A via ferrata parte da base deste enorme rochedo e leva-nos até ao castelo em pouco mais de quinze minutos, salvando um desnível de aproximadamente sessenta e cinco metros. É […]

continuar a ler

Notícias

Um quase acidente em escalada em gelo

ice_climb_th

Vejam este quase acidente em escalada em gelo. O escalador está perto do cimo mas numa situação extremamente complicada pois o gelo está a fundir-se… arrepiante!

Notícias

Nova via ferrata em Portugal

Nova via ferrata em Portugal

Ribeira de Pena vai construir, segundo “A voz de Trás-os-Montes“, uma das maiores vias ferrata da Europa nas fragas do rio Poio. Pelos vistos a Câmara Municipal candidatou-se a verbas comunitárias para implementar o “Parque Natura de Alvadia e do Mirapoio” na zona envolvente do rio Poio, com o intuito de “atrair montanhistas” à região. Seria a segunda, depois da via ferrata no castelo da Póvoa de Lanhoso. A ver vamos.

pub

//

[…]

continuar a ler

MountainWorld

Tipologia e contextualização das actividades de montanha

trekking somiedo

Montanhismo, alpinismo, trekking, escalada, pedestrianismo… mas afinal do que é que estamos a falar? O mundo experimentou na década de 80 uma grande evolução, quer ao nível das técnicas, quer ao nível dos materiais de montanha. A este facto junta-se uma “democratização” nos acessos aos grandes maciços, com melhores vias de comunicação e meios de transporte e um incremento da consciência ambiental. Estes factores e uma necessidade crescente de evadir-ser de um estilo de vida

“carente de alguma adrenalina”, proporcionaram o aparecimento de diversas actividades físicas na montanha. Há […]

continuar a ler

Fundamentos

Risco, segurança e prevenção de acidentes

A montanha é um um terreno de jogo imenso e multifacetado. Nela, podemos dar um simples passeio por vales e bosques ou ascender a um imponente e solitário cume através de uma comprometida via de rocha, neve e gelo. Apesar de já não encerrarem o aliciante do desconhecido (desde que o homem pôs satélites em órbita já só nos resta o fundo do mar!) conservam intactos todos os seus perigos.

Adentrar-se numa montanha é ultrapassar, em maior ou menor medida, o limiar da civilização. Sinceramente espero que continue assim. Não […]

continuar a ler

Ascensões

Pico Tiatordos

th_tiatordos5

Situação: Espanha, Asturias, Parque Natural de Redes, Concelho de Caso Como chegar: Desde Oviedo pela AS-7, Aviles- Puerto de Tarna, Ponticiella, Pendones

Desnível: 1150 m –Altitude mínima: 801 m – Altitude máxima: 1951 m

Dificuldade UIAA: SD/F – Tempo estimado: 6 a 7 horas – Mapa: folha 79 IGN-SGE

Itinerário: Pendones-Palombar-Tiatordos – Distância: 5,5 km

Nota: horário meramente indicativo para uma ascensão estival com condições meteorológicas favoráveis.

Fotografias: Artur Coelho e Miguel Rodrigues

O Tiatordos – vertente sul, a mais amena

Opinião:

O Tiatordos, apesar da sua modesta altitude, […]

continuar a ler

Técnica e Material

Escolher bastões de trekking

trek_poles

 

Os bastões de trekking são, hoje em dia, um equipamento essencial para caminhantes, pedestrianistas, trekkers e alpinistas. Qual razão disto?

Os bastões (battons em françês) melhoram grandemente a estabilidade, conferindo melhor apoio em qualquer tipo de terreno. Na compra destes, devem-se ter em conta algumas características: peso, preço, sistemas de absorção, material e empunhadura.

 

 

 

Vantagens da utilização de bastões na marcha:

melhoram o equilíbrio e o andar; nas descidas, aliviam a carga sobre as pernas e articulações; transferem carga das pernas para os ombros, braços […]

continuar a ler

MountainWorld

Bem-vindos e boas aventuras

th_logo_1

Subir, descer, atravessar montanhas implicam a realização de actos transcendentes que deixam marcas indeléveis no espírito. As montanhas são, com licença do mar, o maior expoente da natureza. Constituem ainda os últimos redutos de vida selvagem e configuram o elemento de que são feitas as verdadeiras aventuras. O desconhecido, os bosques, o gelo, a água, a rocha, a solidão, o frio, …, e a necessidade quase genética que o ser humano tem de explorar o mundo e de se conhecer a si próprio nessa viagem…

[…]

continuar a ler

Notícias

Ueli Steck escala o Eiger em 2h 47mins

th_video_thumb

O alpinista suiço, Ueli Steck escala a face norte do Eiger em 2h 47 mins.

Pensar que esta montanha (o Ogre – Eiger) foi um pesadelo mortal para tantos… Sensacional… e já foi batido!