Caminhadas

Caminhada em Somiedo: Lago del Valle (desde Valle de Lago)

No coração do Parque Natural de Somiedo, Lago del Valle é lugar de “filme”. O percurso pedestre aqui descrito é um clássico. A beleza extraordinária deste vale, das suas montanhas e deste lago, fazem desta caminhada uma actividade obrigatória para quem vai às Astúrias. A povoação de Valle de Lago, pela sua situação e carisma, mas sobretudo pelas suas gentes, é um lugar que deixa saudades.
Lago del Valle

Tipologia da actividade: percurso pedestre/caminhada

Início: Valle de Lago (aldeia) |  Objectivo: Lago del Valle |  Desnível: 370 m  | Altitude mínima: 1200 m | Altitude máxima: 1570 m

Dificuldade Subjectiva: Baixa | Tempo estimado: 3 horas | Mapas: folhas  IGN-SGE 76-4 e 77-3

Itinerário: Valle de Lago – Lago del Valle – Valle de Lago | Distância: 16,5 km

Notas: horário meramente indicativo para uma caminhada estival com condições meteorológicas favoráveis; o itinerário segue um vale por um estradão/caminho até um lago alpino num circo glaciar.

Situação: Espanha, Asturias, Parque Natural de Somiedo.

Como chegar: Desde Oviedo pela A-63 até Doriga; AS-15 até Barcena; AS-227 até Pola de Somiedo – Valle de Lago. Desde Ponferrada pela Cl-631 até Villablino; C-623 até Piedrafita de Babia; C-633, Puerto de Somiedo; AS-227 até Pola de Somiedo – Valle de Lago.

somiedo

Situação

Descrição:

Para realizar esta caminhada temos duas opções para estacionar o carro (parkings): em Valle de Lago (A – Alt: 1200 m, início) ou no lugar de L’Auteiriu (B – Alt: 1290 m, 20 min), as últimas casas de aldeia. Se tomarmos a primeira opção o percurso “cresce” uns quatro quilómetros mas o passeio pelas ruas das aldeias vale a pena. São lugares pitorescos, de gente simples e afável, habituada aos que vão para a montanha. Diferentes tabernas, cafés e restaurantes servem sidra, cerveja e manjares que não devem desaproveitar (o chuletón de buey é uma maravilha da culinária para os não vegetarianos).

caminhada 2

El Valle

Saímos do parque de estacionamento (B – 1290 m, 20 min) em direção Este-Sudeste por um amplo caminho de terra batida (com partes cimentadas) que evolui ao longo do vale, na margem Norte do Rio del Valle.

Todo o percurso está sinalizado com placas e não há perda possível. De manhã cedo, se levarem um binóculos, podem ver nas encostas deste belíssimo vale, um dos mais emblemáticos animais  do parque, a camurça (rebeco em espanhol). Águias (incluindo a Real), abutres e talvez, com alguma sorte, um urso, podem ser avistados. Inúmeras outras espécies animais e vegetais, incluindo plantas carnívoras, habitam este ecossistema. Uma autêntica jóia de biodiversidade que fazem de Somiedo um lugar único.

caminhada 3

Águia em Valle de Lago

caminhada 4

A biodiversidade impressiona.

 

 

 

 

 

 

 

À direita e à esquerda do caminho aparecem, com alguma regularidade, cabanas tradicionais com telhados em colmo, os Teitos. Um verdadeiro símbolo da região. Por vezes estão organizadas em pequenos aglomerados chamados Brañas.

caminhada 5

Cabana de teito

O caminho vai ganhando altura lentamente. Chegados à primeira bifurcação (C – 1350 m, 50 min), tome-se a alternativa da direita (está bem sinalizado). O caminho da esquerda leva-nos aos Picos Albos e aos Lagos de Saliência.

Na segunda bifurcação (D – 1290m, 1 hora), temos uma alternativa muito interessante que é seguir pelo caminho da direita (verde), bastante mais solitário e selvagem e que faz parte do percurso de ascensão ao Pico de Peña Chana. Pessoalmente agrada-me mais mas é preciso ter atenção para não seguir o estradão durante muito tempo. É necessário seguir em direção este-sudeste,com o lago à vista (E – Alt: 1570 m, 1h 20 min).

caminhada 6

Circo glaciar de Lago del Valle. Ao fundo peña Orniz.

O lago (F – Alt: 1566 m, 1h 30 min) fica no ponto mais alto do vale e por isso só é visível quando já estamos muito perto. As paredes deste antigo circo glaciar são impressionantes e a paisagem é de postal. É possível rodear, num caminho de pé-posto, todo o lago.

caminhada 7

Lago del Valle

O regresso faz-se pelo mesmo caminho (considerar  alternativas assinaladas a verde e a amarelo).

Atenção a:

  • não há muita água “potável”;
  • aparecimento de nevoeiro e trovoadas;
  • Restrições ambientais do Parque Natural de Somiedo (interdição das zonas com bosques);
  • Vedações electrificadas para o gado!

Notas finais:

Também é possível ascender a Peña Orniz a partir do lago.

Em Pola de Somiedo é possível comprar um mapa detalhado da região:

CORDILLERA CANTÁBRICA. PARQUE NATURAL DE SOMIEDO. MAPA TOPOGRÁFICO EXCURSIONISTA. Librería Anticuaria Galgo. Um must have com inúmeros percursos assinalados.

Mapa do percurso: A- Valle de Lago; B – L’ auteiriu; C – 1ª bifurcação; D – 2ª bifurcação; E – Ponto crítico; F – Lago del Valle

Valle de Lago

No inverno, esta é uma excelente actividade para fazer com raquetes de neve.

Boas caminhadas!

Fotografias: Artur Coelho e Miguel Rodrigues

pub